jueves, 28 de junio de 2007

Liberdade


Não sou verdadeiramente livre se privo alguém da sua liberdade.
Oprimido e opressor, são privados da sua humanidade.
(Nelson Mandela)

7 comentarios:

avelaneiraflorida dijo...

Palavras sábias para uma imagem Linda!

Como sempre, adoro encontrar-me aqui!!!

Bjks, amiga EMA!

Ema Pires dijo...

Só posso dizer: merci.
Beijinhos

Joana DÁrc dijo...

Muito bonito Ema. Escrevo aqui tambem o que escrevi no meu blog para ti porque tem a ver.
Mesmo quando a dor aperta e a traição nos bate à porte nada como seguir em frente com a certeza de que quem perde não somos nós.
É como um ditado popular muito usado em Portugal - quando uma porta se fecha logo outra se abre. Não vale a pena querermos obrigar a porta a estar sempre aberta.
Deixemos as portas abertas e a liberdade entrar. A nossa e a dos outros mesmo que isso nos magoe algum tempo.

Beijo até Espanha.

Freyja dijo...

LUCHAMOS TANTO POR LA LIBERTAD Y A VECES NOS ATRPAMOS EN ELLA
MIL BESITOS Y GRACIAS POR TUS SALUDOS
SI ERES AMIGA DE ANTONIO, MUCHO GUSTO


BESOS Y SUEÑOS

Ema Pires dijo...

Querida amiga Joana darc,
Sempre há alguma porta aberta nalgum sitio, sempre há luz no fim do tunel.
Beijinhos

Ema Pires dijo...

Hola Freyja,
Gracias. Lo que dices de quedar atrapados en la libertad, habría mucho que hablar! No sé muy bien como entenderlo.
Sí, soy más que una amiga de António y nos conocemos hace muchos años.
Besos y sueños como dices tú.

Antonio Delgado dijo...

A liberdade também é dessas palavras que encerram em si um ideal a atingir e é curioso ver como à medida que as liberdades teóricas aumentam, as liberdades teoricas diminue.

Bjs.