jueves, 14 de junio de 2007

Deserto




Hoje tenho vontade de falar aqui da minha paixao pelos desertos. Quem conheça algum saberá do que estou a falar. São cores sublimes, nunca iguais. Contrastes de cores desde o preto ao roxo, passando por todos os tons do ocre. E sobre tudo, o silêncio e essa sensação da nossa pequenez na imensidade. As noites com um céu negro e milhares de estrelas, que parece que podemos apanhar com as nossas mãos. E o ruído ligeiro da areia das dunas a escorregar.

Mas também é uma parada num oasis, para descansar, comer as mais deliciosas frutas e admirar as mais belas rosas que tenha visto nunca.


A areia do deserto é para o viajante fatigado o mesmo que a conversa incessante para o amante do silêncio.

Provérbio persa

8 comentarios:

Joana DÁrc dijo...

Ola Ema, estive fora de portugal por 2 dias e cheguei agora. Tinha saudades de visitar as escritas de internet portuguesas mas quando aqui cheguei fiquei admirada com a tua escrita sobre desertos.
Estás bem?
Jinhos

avelaneiraflorida dijo...

lindissimas IMAGENS!

E UM SENTIR O DESERTO muito especial!!!

aterrei aqui...mas espero voltar, porque gostei mundo destes mundos ...

Antoine de la France dijo...

He escuchado y leido maravillas de los amaneceres y los atardeceres en el desierto . Disfrutar de la vision de las estrellas tumbado en la arena y ver el universo maravilloso . Es una pena no tener la suerte de disfrutarlo y mas aun viendo esas preciosas fotos .

Antonio Delgado dijo...

o proverbio persa é muito grafico para nos descrever a areia e uma dia espero poder saciar esse meu sonho de visitar o deserto.

Bjs.
Antonio

Ema Pires dijo...

Olá Avelaneira florida,
Obrigada pela visita. Sempre será benvinda. Efectivamente expresso aqui o meu sentir quando andei pelo Sahara e alguns outro mais. Sou uma espécie de "Laurencia de Arábia!", apaixonada mesmo.
Um abraço

Ema Pires dijo...

Querido Antonio,
Gracias por visitarme, siempre es un gran placer leer tu comentarios. Pasa siempre que te apetezca, ya sabes que estás en tu casa. Aprecio mucho ese modo que tienes de expresar tus sentimientos.
Un beso

Ema Pires dijo...

Hola Joana Darc,
Eu também estive fora e ando mesmo com uma enorme carga de trabalho. Mas é um prazer voltar ao blgue e ler os cometários dos meus amigos e amigas. Pouco a pouco vao-se conhecendo pessoas sensíveis e agradáveis, e algumas nao tanto, mas a vida é assim, tem que haver de tudo. Nao é?
Já farei outra postagem sobre os desertos com mais fotografias. É um tema pelo que estou apaixonada.
Um grande abraço

Ema Pires dijo...

Sim avelaneira, sao outros mundos, outras gentes e outra maneira de viver, mais próxima da natureza. Mas quanta riqueza e simplicidade há na alma dessas pessoas que vivem nesses lugares.
Um beijinho