jueves, 28 de agosto de 2008

Reinos Africanos: O Império de Ghana


Máscara de ouro antiga






Conhecido pelo nome de Wagadu, foi levantado pela tribo dos Soninkés durante o século IV. Os europeus e os árabes chamaram o Império de Ghana pelo título do seu rei, Ghana, que significa rei guerreiro. Wagadu significa terra de rebanhos (waga = rebaño, du = terra).
O Império de Ghana, um dos reinos africanos mais poderosos do seu tempo, baseava a sua economia na agricultura e no gado e também no comércio transahariano e as actividades artesanais. Desde o século VIII até ao século XII o império de Ghana fornecia ouro que servia depois para cunhar os dinares das dinastias islâmicas da África mediterrânica. Por outro lado o comércio do sal e o seu monopólio pelos reis de Ghana foi outra das bases económicas deste império que controlava o comércio com os países negros do Sul. Depois do ouro e do sal, Ghana proporcionava ao comércio transahariano escravos, marfim e borracha, e recebia do Norte, cobre, trigo e produtos de luxo, como pérolas e tecidos. Na época do seu máximo esplendor o Ghana chegou a ter, segundo fontes árabes, um exército de 200.000 homens, dos quais 40.000 eram arqueiros. Mas todas estas estruturas não puderam parar os Almoravides que em 1076 ocuparam a capital, rompendo a unidade do império que a partir de então ficou seccionado numa parte Norte muçulmana, controlado pelos almoravides e uma parte Sul - soninke – onde se refugiaram os não muçulmanos e que por sua vez, devido às suas riquezas auríferas, foi conquistada pelos reis de Sosso, até ao século XIII fazer parte do Império de Mali.

14 comentarios:

ANTONIO DELGADO dijo...

Linda postagem com imagens igualmente muito bonitas. Há muito por descobrir sobre Africa e sua história que constantemente o ocidente omite. Quando um dia souber-mos respeitar os povos diferentes e o ocidente nao se veja como cultura eleita talvez África deixe de ser uma espaço de necessidade e doenças como os grande monopolios tentam difundir esse continente.

Gostei muito.

Bjos.
António

Ema Pires dijo...

Olá António,
Como muito bem dizes, e sao justamente as riquezas de Africa de que estao necessitados os países do Norte as que provocam a sua pobreza. É um paradoxo mas é assim. E sobre tudo Africa nao é só o que se vê nas imprensa occidental.
Obrigada pelo teu comentário, que como todos os que fazes, sao muito certos e bem explicitados.
Beijinhos

Estrela do Sul dijo...

“Para você o carinho
da minha amizade"

Um lindo fim de semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Catalina Zentner dijo...

África, misteriosa y magnífica y al mismo tiempo tan castigada por guerras tribales y hambruna.

¡Hermosas fotografías!

He colocado un enlace al tuyo, en mi Blog.

Saludos,

Ema Pires dijo...

Estrela do Sud,
Obrigada pela amizade, o carinho e a sua grata visita.
Um grande abraço

Ema Pires dijo...

Amiga Catalina,
Efectivamente, África es magnífica y por ser magnífica y rica, está como está.
Gracias por el link.
Un abrazo

nile santos dijo...

Oi amiga.Estou encantado com tão lindas postagens.Richard.

Ema Pires dijo...

Obrigada Nile Santos. Volte sempre.

MARISEL dijo...

Ema siempre aprendiendo tantas cosas en este blog tan bello...las fotografías son increíbles.
Cuanta razón tienes al decir que África es magnifica y por lo mismo esta así.
Besos

Marisel

Ema Pires dijo...

Hola Marisel,
Gracias por tu aimable comentario y por tu visita.
Besos para tí.

Nilson Barcelli dijo...

Saio mais rico do que quando aqui cheguei.
Já não é a primeira vez que leio posts sobre assuntos que desconhecia.
Confesso que o meu conhecimento sobre a cultura africana é escasso.
Agradeço a partilha, por isso.
As máscaras são lindíssimas.

Beijinhos

Ema Pires dijo...

Obrigada Nelson,
Já sabes que é um prazer saber que gostas da cultura africana. Continuarei a fazer mais postagens sobre este tema. Nao falta documentaçao a este respeito. No entanro parece que nao se edita muito. Mas eu estou aqui para colaborar dentro das minhas modestas possibilidades.
Um abraço

sp dijo...

Uma lição de história ou o prazer de descobrir a história?

Abraço...

Ema Pires dijo...

Uma liçao, nao, amigo SP, simplesmente o prazer de descobrir.
Abraço