domingo, 19 de agosto de 2007

Chuva de Estrelas


As lágrimas de estrelas nunca se secam,

Escorregam sem fim no espaço.


Hoje apetece-me sonhar com as estrelas.
Por estas datas vêm-se muitas estrelas-cadentes e quero deixar aqui este pequeno recordatório para quem quiser olhar para o céu nestes momentos.
As estrelas-cadentes que se podem ver, desde 17 de Julho até 24 de Agosto, chamam-se Perseidas, ou Lágrimas de São Lourenço.
Perseidas porque se vêm na região da Constelação de Perseus, que se levanta no céu a Nordeste, e Lágrimas de São Lourenço porque na época medieval e no Renascimento, as Perseidas foram associadas às lágrimas desse santo quando foi queimado na fogueira, no dia 10 de Agosto.
Por um momento, esqueçamos os problemas para olhar para o céu e sonhar. Tudo à nossa volta se torna mais insignificante. Nós somos insignificantes perante tal imensidade. Passei noites no deserto a olhar para o céu numa noite estrelada; alias aí todas as noites são estreladas, e tomei consciência da minha pequenez e um banho de humildade.

13 comentarios:

ANTONIO DELGADO dijo...

Em criança na minha Aldeia, tive oportunidade de ver o céu no seu verdadeiro esplendor: cheio de estrelas que cintilivam em todas as cores e dimensões e ver também muitas estrelas cadentes cruzando o céu de lado a lado. Assim nos entretinha-mos, as crianças, na aldeia. Depois era interessante discutir com os maiores, aquilo que aprendiamos nas aulas de geografia, sobre estrelas planetas e comentas e confrontar a sabedoria empirica e oral com a escolar...momentos inesqueciveis! Sonho ir ao deserto para também ter esse prazer que contas

Beijinhos e bom domingo.
António

Victor Nogueira dijo...

Olá :-)
Os citadinos não têm este privilégio, devido à luz da cidade. O mais que se lhe aproxima é ver os luzeiros da própria cidade à noite, dum avião ( a 1ª vez que tal me sucedeu fiquei deslumbrado, embora tais luzeiros se possam ver dum prédio alto como aquele em que moro) Como deslumbrado fiquei ao ver o nascer do sol da janela dum avião. Ah! Ema, comparável a este, só o espanto de ver o céu cheio de estrelas, brilhante, no terraço duma aldeia alentejana, Beringel. Fascinante! Sem descrição possível!
Bjo
VM

Ema Pires dijo...

Olá António,
Passava o mesmo comigo em Africa, ouvindo legendas sobre as constelaçoes e as estrelas. Ate que acabavamos por dormir soñando com mundos misteriosos e longíquos. Sao vivências que nunca se esquecem.
Beijinhos

Ema Pires dijo...

Amigo Victor,
O Alentejo deve ser um sitio especial para ver estrelas, porque o céu por aí está em geral pouco nevoado. Além de ser uma das regioes mais bonitas de Portugal. Eu adoro o Alentejo e as pessoas de aí. Têm uma amabilidade fora do comum.
Mas em geral os portugueses sao gente amável.
Um grande abraço

avelaneiraflorida dijo...

Querida EMA!

as estrelas...sem as luzes das cidades!!!!!!

as estrelas num deserto inteiro apenas com um céu por testemunha!!!!
Seria o melhor dos paraísos!!!!!

Bjks

brit com dijo...

Olá Ema, vim cá dar uma saltada... Tens aqui um cantinho bem agradável.

Ema Pires dijo...

Querida Avelaneira,
Pois eu tive essa sorte. Mas também podes subir a um monte ou ir para um lugar no campo sem luzes. Nao é sempre necessário ir tao longe.
Espero que quando fores me contes. E sonha, sonha, sonha e pede muitos desejos. Verás que se cumprem.
Beijinhos

Ema Pires dijo...

Obrigada pela visita amiga Brit. Eu também visitei o teu e gostei muito. Volta sempre, mesmo que seja só para ouvir a música.
Beijinhos

brit com dijo...

Obrigada pela visita, mas atenção que o meu cantinho principal é O Cartel.

Ema Pires dijo...

Vou ver, amiga Brit.
Bjos

papagueno dijo...

É bom vaguear pelo mundo das estrelas...
Um beijo.

Ema Pires dijo...

Bem vindo amigo Papagueno. Sou uma apaixonada pelo céu os planetas e o universo, que me parece bastante incomprensível em certos aspectos.
Bjs

gasolina dijo...

O encontro do Eu na imensidão do que nos rodeia.

Belas e verdadeiras palavras... como somos tão pequeninos!

Um beijo Amiga de Fogo!