domingo, 12 de abril de 2009

Maravilhas de Botsuana



Os pans de Makgadikgadi, são vestígio de um imenso lago que cobria antigamente uma grande parte do norte de Botswana. Este lago era alimentado por rios que arrastavam sal proveniente de bacias hidrográficas. Os antigos terraços indicam que a profundidade podia chegar a 33 m. Devido a que a bacia não tinha saída, o sal concentrou-se nas depressões do lago. Por causa de mudanças climáticas acontecidas faz uns 10.000 anos, o lago evaporou-se deixando descobertos os depósitos salinos.
Trata-se do maior complexo de sal do mundo. Estas salinas cobrem 16.000 km2 e formam o leito do antigo lago Makgadikgadi, cuja evaporação se iniciou há vários milénios.
O Okavango, a Noroeste, fez parte do lago Makgadikgadi e é o maior delta interior do mundo. Proporciona um habitat para diversas espécies. Entre elas, elefantes, búfalos africanos, hipopótamos, girafas, crocodilos do Nilo, leões, leopardos, hienas, antílopes, rinocerontes, zebras, javalis… e umas 400 espécies de pássaros.
No entanto, o governo apresou planos para construir uma barragem na região de Caprivi para regular o fluido da água o que poderia ser o fim da vida selvagem e da vegetação do delta.

4 comentarios:

Carilisve dijo...

Hola.
Hece poco leí que en Caprivi hubo serias inundaciones que dejaron a muchas familias damnificadas, quizá sea una advertencia de la naturaleza.

Poco a poco acabamos con todo, nos comemos al planeta, secamos al planeta, lo contaminamos...

16.000 km2 de sal debe ser impresionante.

maria dijo...

Que linda viagem!

Lindo!

Siry dijo...

Que grandioso post, imágenes y texto excelente.
Me encanta venir y sentirme en África tierra de maravillas culturales y naturales.

Beijinhos

Tía Doc.- dijo...

Hola Ema:

Gracias por este hermoso viaje.

Un abrazo desde Valladolid.

PD: Ya tengo la cedencial de homologación de mi título!! La publiqué en mi blog! Al fin la tengo en mano!!

Tía Doc